A energia solar matará o carvão mais rápido do que você pensa

A energia solar matará o carvão mais rápido do que você pensa

 A energia solar, no passado não muito distante era onerosa, só fazia sentido econômico em naves espaciais, mas na atualidade está se tornando suficientemente barata para que ela empurre o carvão e até mesmo as instalações de gás natural fora do mercado, mais rápido do que o previsto anteriormente.

carvão x energia solar

  A Bloomberg New Energy Finance lançou estas perspectivas em seu novo relatório  sobre como os mercados de combustível e eletricidade irão evoluir até 2040. O grupo de pesquisa estimou que a energia solar já rivaliza com o custo de novas usinas de energia de carvão na Alemanha e nos EUA e nos próximos anos entre 2019 e   2021 irão fazê-lo em rápido crescimento Mercados como China e Índia.

 

Marketing Digital para Energia Solar

  Neste cenário podemos ver que  sugere que a energia verde está se arraigando mais rapidamente do que a maioria dos especialistas poderiam antecipar. Isso significaria que a poluição global de dióxido de carbono proveniente de combustíveis fósseis pode diminuir após 2026, isso é muito bom e até  um contraste com a previsão central da Agência Internacional de Energia, que vê as emissões crescerem constantemente nas próximas décadas.

  O pesquisado Seb Henbest um dos principais autores do relatório disse em Londres

"Os custos das novas tecnologias de energia estão caindo de maneira que é mais uma questão de quando do que se"

 

  O relatório também descobriu mais sobre energia solar que até 2040:

 

  A China e a Índia serão juntas a gigante do mercado na geração de energia nova, gerando US $ 4 trilhões, ou cerca de 39% de todo o investimento na indústria e a energia solar  é o principal foco entre as renováveis.

  O custo dos parques eólicos offshore, até recentemente a tecnologia renovável convencional mais caro,  terá seus preços em que da que deslizará 71 por cento, tornando as turbinas baseadas no mar outra forma competitiva de geração.

  E atrás desta busca por produzir energia segue a questão do armazenamento deste potencial e para esta finalidade pelo menos US $ 239 bilhões serão investidos em baterias de íon de lítio, tornando os dispositivos de armazenamento de energia uma maneira prática de manter casas e redes elétricas fornecidas de forma eficiente e ai chegamos na vedete das Ruas que já estão se  espalhando os  carros elétricos.

  Seguindo os horizontes de previsão da BNEF o gás natural colherá US $ 804 bilhões, trazendo 16 por cento mais de capacidade de geração e tornando o combustível central para equilibrar uma grade cada vez mais dependente do poder que flui de fontes intermitentes, como o vento e a energia solar, as energias renováveis ​​e seu impacto nos combustíveis fósseis são mais dramáticas.

A Energia Elétrica vindas dos Painesis de Energia Solar com preços em queda

   A energia elétrica dos painéis fotovoltaicos custa quase uma quarta parte do que ocorreu em 2009 e provavelmente cairá mais 66 por cento em 2040. A energia eólica em terra , que caiu 30 por cento no preço nos últimos oito anos,  e tendo a energia do vento no Mar terá uma queda ainda maior.

 

"Esses pontos de inflexão estão acontecendo mais cedo e simplesmente não podemos negar que essa tecnologia está ficando mais barata do que pensávamos anteriormente"

 

   A realidade é que a  maior vítima, com 369 gigawatts de projetos em pé para serem cancelados, de acordo com BNEF é o velho e poluidor Carvão, estes gigawates que serão cancelados equivale a  geração total da Alemanha e do Brasil combinados.

 

  Mesmo em países como os Estados Unidos a capacidade do carvão irá mergulhar, o presidente Donald Trump está buscando estimular combustíveis fósseis, mas as estimativas é  que a capacidade de energia do carvão da nação americana em 2040 seja cerca de metade do que é agora, e serão substituídas por fontes mais baratas e menos poluentes, como gás e renováveis e a  energia solar terá uma grande fatia.

  A Europa também uma grande queda devido ao aumento das leis ambientais que penalizam a queima de combustíveis fósseis e é esperado uma queda de 87% no uso de combustíveis fósseis até 2026 se os governos continuarem a reduzir as emissões em sintonia com o Acordo de Paris sobre as mudanças climáticas.

 Tudo dito, o crescimento das tecnologias de energia de zero emissões significa que a indústria abordará a poluição mais rapidamente do que o geralmente aceito. Embora isso reduza o ritmo do aquecimento global, outros US $ 5,3 trilhões de investimentos seriam necessários para oferecer capacidade de geração suficiente para manter a temperatura aumentar até o final do século para um gerenciável 2 graus Celsius (3,6 graus Fahrenheit), segundo o relatório.

Energia do Vento e energia Solar preço em queda

  Concluindo sobre os  dados abordados vemos que tudo  sugere que o vento e a energia solar estão rapidamente se tornando as principais fontes de eletricidade, isso já é um fato e elimina as percepções de que eles são muito caros para rivalizar com os combustíveis tradicionais e que viver verá que até  2040, o vento e a energia solar representam quase metade da capacidade de geração instalada do mundo, sendo que toda a energia gerada, pelas renováveis é algo 5% no momento.

 

Comentários